Sangue do meu sangue

Que os frutos do nosso amor/ não se podem colher

Salvador Sobral ha publicat el videoclip de Sangue do meu sangue, el primer avançament de bmp, el seu proper disc, que es publicarà el 28 de maig. L’escoltem.


No silêncio desta sala
Está o meu segredo
Cedo à tentação
De o guardar mais um momento

Porque enquanto o segredo
Fica, é como que se não fosse
Como se não fosse
Embora a culpa insista
Persista e a força é de guardar

A teu lado medito
Na melhor forma de dizer
Que os frutos do nosso amor
Não se podem colher

Mas não está certo
Não podia acontecer
Estávamos tão perto
Chegar à praia pra morrer

Triste e estranha sensação
Um homem sem função
Sem continuação
Sangue do meu sangue

Não te julgarei, querida
Se o teu coração
Ao amanhecer
Se encolher ao me ver

Vais partir em busca da vida
Destruído, sorrirei
Na hora da despedida
Destruído
Destruído
Sorrirei
 

Facebook Salvador Sobral

Nou comentari