Meu amor
Ainda és tão pequenino
Mas o que eu cá dentro sinto
Já é maior que o mundo

E quando à noite
Te sentires sozinho
Eu pego na guitarra
E canto baixinho

Vou-te encher de beijos
Assim que te vir
Vou-te ter nos meus braços
De lá não vais sair

Vou-te encher de beijos
Ver-te adormecer
Quero tanto
Te conhecer

Meu amor
Não prometo perfeição
Farei o que sentir
O que disser o coração

Se mesmo assim
Pensares que errei
Um dia verás que foi
Para teu bem

Vou-te encher de beijos
Assim que te vir
Vou-te ter nos meus braços
De lá não vais sair

Vou-te encher de beijos
Ver-te adormecer
Quero tanto
Te conhecer

Se olhares para mim
Como olho para a minha mãe
Saberei no fim, que acertei
Bem mais que errei

Vou-te encher de beijos
Assim que te vir
Vou-te ter nos meus braços
De lá não vais sair

Vou-te encher de beijos
Agora que te conheci
Quero tanto
Cuidar de ti

Comentaris

  1. Icona del comentari de: Anònim a maig 06, 2018 | 18:22
    Anònim maig 06, 2018 | 18:22
    Gràcies

Nou comentari

El piano

Comparteix

Moonlight Shadow

I stay, I pray / See you in heaven one day
Comparteix

Delirio de grandeza

Espero con el tiempo justiciero / que retornes buscando una ilusión de amor
Comparteix

Raindrops Keep Fallin’ on My Head

I'm never gonna stop the rain by complaining
Comparteix

Could You Be Loved

We've got a mind of our own/ So go to hell if what you're thinking is not right

Passadís

Comparteix

El silenci dibuixat

14 dibuixos plens de força, misteri i profunditat
Comparteix

Glups!

14 dibuixos d'Andrea Zayas que mostren el món sense embuts dels infants
Comparteix

La llum dibuixada

14 il·lustracions on la vida s'imagina a través de finestres il·luminades
Giorgio Morandi. Natura morta, 1953-1954 © Giorgio Morandi, VEGAP, Madrid, 2021
Comparteix

Giorgio Morandi, la ressonància infinita

La Pedrera fa un recorregut retrospectiu per l'obra del pintor i gravador italià

Comparteix