Etiqueta: Salvador Sobral

Sangue do meu sangue

Que os frutos do nosso amor/ não se podem colher

Só um beijo

E eu não sou de grandes paixões/ Quebrar corações não é para mim

Mano a mano

O amor não nos quer bem/ Ninguém nos há de valer

Amar pelos dois

Se um dia alguém perguntar por mim/ Diz que vivi p’ra te amar